Powered by WP Bannerize

Rss

Sindicato repudia onda de boatos sobre ações judiciais vitoriosas

A direção do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Maranhão (SINPROESEMMA) distribuiu nota repudiando boatos disseminados por algumas pessoas que, a serviço do governo Roseana Sarney, dizem que o acordo entre o Sindicato e o estado para aprovação do novo Estatuto do Magistério e da instituição da Carreira 21 (funcionários de escola) causaria “renúncia ao direito dos educadores receberem seus créditos relativos às ações de descompressão da Tabela Salarial.”

“Isso só pode ser obra de alguém que pretende fazer os educadores desistirem dos seus direiros”, explica o presidente do Sindicato, Júlio Pinheiro. Ele relembra que foi a entidade que ingressou com essas ações judiciais. “Fomos nós, do SINPROESEMMA, que ingressamos na Justiça cobrando essa descompressão, quando os mesmos boateiros diziam que não valia a pena”, diz Pinheiro. “Essas pessoas são oportunistas; seguem o sabor das ondas contrárias à categoria para servir ao governo”, conclui o líder sindical.

CONFIRA A NOTA OFICIAL

NOTA OFICIAL SOBRE O DIREITO À DESCOMPRESSÃO SALARIAL01