Powered by WP Bannerize

Rss

Nova coordenação vai encaminhar as lutas na regional de Imperatriz

O Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Maranhão (Sinproesemma) comemora a vitória da chapa 1 nas eleições para a Coordenação da Regional de Imperatriz, pleito realizado na última quinta-feira (21). O professor Willas de Moraes foi eleito coordenador para organizar, em um mandato de três anos, a luta sindical na Regional, que envolve 13 municípios do Sudoeste Maranhense.

Três chapas concorreram no pleito e 582 eleitores compareceram para votar. A chapa 1 vencedora obteve 318 votos, enquanto a chapa 2 recebeu 153 e a chapa 3, apenas 110 votos.

“Quero aqui fazer meus agradecimentos a todos que participaram diretamente, os filiados, e indiretamente, os não filiados, no processo eleitoral da regional do Sinproesemma de Imperatriz, mas faço um agradecimento especial àqueles que nos deram um voto de confiança, que nos levaram à vitória do processo eleitoral. Faremos por merecer tal voto de confiança, com a experiência, vontade de fazer e responsabilidade”, destacou o novo coordenador, Willas de Moraes.

EQUIPE

Também fazem parte da nova coordenação Fredson Leite Calixto (vice-coordenador), Lucimary Oliveira de Araújo Sousa (secretária-geral), Francisco Bento Pereira  (secretário-finanças), Marcilene Pereira de Sousa (Imprensa), Francisco Alves de Oliveira Filho (Formação Sindical), Maria Ricarte de Sousa (Servidores Técnicos e de Apoio), Jaílson Bonfim Soares (1º suplente) e Divaldo Sousa Domingues (2º suplente).

.

A chapa 1 foi vitoriosa defendendo propostas como a luta permanente em defesa dos direitos e da valorização dos trabalhadores e das trabalhadoras da educação; cobrar do governo agilidade em processos como a incorporação de tempo de serviço para aposentadoria, aposentadoria, titulações, licença-prêmio, entre outros; defender a saúde dos trabalhadores e a efetiva segurança do trabalho; lutar pela implantação do hospital do servidor da regional de Imperatriz e lutar contra a precarização das relações de trabalho.

Destacam-se ainda, entre as propostas de luta da coordenação, criar e fortalecer o Conselho de Representantes de Escolas, trazer o curso de Profuncionário para regional de Imperatriz, possibilitando a gratificação de 30% aos funcionários de escolas; lutar pela implantação do curso de tecnólogo superior em processos escolares para funcionários de escolas da regional; intensificar as atividades de formação política e sindical da categoria; manter um boletim informativo da regional; estabelecer ações nas áreas de cultura, saúde, esportes, formação continuada e lutar por condições dignas de trabalho com melhorias nas estruturas das escolas.