Powered by WP Bannerize

Rss

Dirigente sindical de Icatu denuncia ter sofrido intimidação feita pelo prefeito da cidade

O Coordenador do Núcleo de Icatu do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Maranhão (Sinproesemma), Hailton Carlos Alves, denuncia que sofreu intimidação e agressão do prefeito do município, Dunga Gonçalves.

O professor relata o que no dia 3 deste mês, por volta das 6h30, estava passeando com uma gaiola de passarinho e teria sido atocaiado. “O prefeito estava me atocaiando, quando passei em uma área que é de sua propriedade. Ele chegou escoltado pela polícia, partiu em minha direção, armado com um facão rabo de galo. Expulsando-me da área, tomou a gaiola da minha mão e a cortou de facão. Acho que estava tudo planejado. Se eu estivesse só, ou se eu reagisse, eles poderiam ter me executado. O prefeito estava muito nervoso e descontrolado”, detalhou Hailton.

MOTIVO

A motivação do episódio, segundo o professor, foi a paralisação das atividades nas escolas da rede municipal realizada no dia 8 de junho, quando a categoria estava reivindicando salários atrasados, remoção, promoção, auxílio-transporte e o pagamento das férias de janeiro deste ano, que, em acordo feito com a prefeitura, deveria ter sido paga até março.  Os professores denunciaram também a precariedade na infraestrutura das escolas, que estão sem condições de receber dignamente os alunos e os trabalhadores.